29 de set de 2011

Notícias



De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a direção da Rede Record está de olho no UFC (Ultimate Fighting Championship). As negociações com a produtora responsável pelo evento no Brasil estão adiantadas. Atualmente, os direitos de transmissão são da RedeTV!

Em outubro, a grade de programação da Rede Record vai ser alterada por causa dos Jogos Pan Americanos de Guadalajara no México. A emissora é a única no país que possui os direitos de transmissão do evento.

No próximo dia três de outubro, Luiz Carlos Prates volta ao rádio. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira na rádio CBN Lages 1.390 AM e será apresentado pelo comentarista num estúdio montado na sede do SBT Santa Catarina, em Florianópolis.

Esta semana, a Rede Globo anunciou os patrocinadores do futebol em 2012. São eles: Ambev, Coca-Cola, Itaú, Vivo, Volkswagen e Johnson & Johnson.

Na última segunda-feira, o “Jornal Nacional” recebeu o prêmio “International Emmy Awards 2001” na categoria “Notícia” pela cobertura da invasão do Alemão que aconteceu no ano passado. Esta foi à sétima vez em nove anos que o telejornal da Rede Globo ficou entre os melhores do mundo na premiação.

22 de set de 2011

Notícias



Patrícia Dias (foto) anunciou a sua saída da TVBE de Itajaí nesta terça-feira. A acadêmica de jornalismo da Univali permaneceu na emissora comunitária durante dois anos. Neste período, ela trabalhou como pauteira, repórter e nos últimos meses apresentava o jornalístico “Giro Semanal”. Em entrevista á este blog, ela agradeceu pela oportunidade:

- Tudo na vida tem um tempo e o meu tempo na TVBE, no momento, chegou ao fim. Pra mim, a TVBE foi a melhor faculdade que eu poderia ter. Serei eternamente grata á todos.

Jorge Kajuru afirma que entrevistou com exclusividade o goleiro Bruno, que foi preso no ano passado e é suspeito de ter participado do assassinato de Elisa Samúdio.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o jornalista disse que a primeira e única entrevista com o ex-goleiro do Flamengo durou quase duas horas e foi gravada em dezembro de 2010.

Já os advogados de defesa do atleta publicaram uma nota na qual afirmam que Jorge Kajuru não recebeu autorização para entrevistar Bruno.

Mesmo contratado pela TV Esporte Interativo e pelo SBT, Jorge Kajuru não tem obrigações contratuais e resolveu ceder o material ao jornalista José Luiz Datena que apresenta o jornalístico “Brasil Urgente” na Band. A emissora ainda não divulgou quando vai exibir a entrevista.

Ainda na Band, o “SP Acontece” vai mudar de nome. O telejornal que aos poucos se transformou em uma mesa redonda de futebol pode ser rebatizado de “O Dono da Bola”. O título já foi registrado pela emissora.

A partir desta sexta-feira, a Rede Globo faz uma cobertura especial do “Rock in Rio”. Além de reportagens, a emissora vai exibir os melhores momentos do evento durante a madrugada. Serão três horas de transmissão todos os dias e a apresentação é do jornalista Zeca Camargo.

20 de set de 2011

Notícias


Ontem, a Band do Rio de Janeiro estreou o seu novo telejornal local. Apresentado pelo jornalista Fábio Barreto, o “Brasil Urgente Rio” também ganhou um helicóptero para fazer a cobertura aérea do estado.

Já a jornalista Marília Gabriela ganhou mais espaço no SBT. Nesta quarta-feira, ela estreia a segunda edição do seu programa “De Frente com Gabi”, que também vai ao ar nas noites de domingo.

Em parceria com o IBOPE Inteligência, o Grupo RIC realiza a 4ª edição do IMPAR, projeto que premia as marcas preferidas dos consumidores em Santa Catarina.

As cerimônias do Anuário IMPAR acontecem em datas diferentes nas seis cidades catarinenses onde o Grupo RIC possui emissoras da RICTV Record. Florianópolis e Xanxerê já receberam o evento. As próximas são: Chapecó, amanhã; Joinville e Blumenau, 27/09 e Itajaí, 28/09.

A novidade deste ano é a palestra de Paulo Henrique Amorim. O jornalista da Rede Record e apresentador do “Domingo Espetacular” fala sobre o “Crescimento da Classe C no Brasil”.

Depois de dez anos, Milton Neves finalmente conseguiu obter a concessão de uma rádio no litoral de São Paulo. O jornalista vai lançar em breve a Terceiro Tempo FM. A programação da nova rádio será formada por jornalismo, música e muito esporte.

9 de set de 2011

As chuvas em Santa Catarina e a imprensa

Agora pouco, a enchente em Santa Catarina foi destaque na chamada do "Jornal Nacional" da Rede Globo e também no "Jornal da Record".

Por aqui, a TVBV-Band já está com um link e uma repórter em Itajaí.

Já passava das quatro horas da manhã desta sexta-feira e após uma entrevista na Rádio Univali FM, durante a cobertura das chuvas no estado, o comentarista Zélio Prado soltou uma verdadeira pérola. Sem saber que o microfone continuava aberto, ele disse:

- Desliga essa bagaça e vãobora! (risos)

A RICTV Record está de plantão desde quarta-feira. Hoje pela manhã, o primeiro telejornal da emissora, o “SC no Ar”, foi especial com várias participações ao vivo. Os repórteres Henrique Zanotto e Juliana Soares participaram do “Fala Brasil” e do "Hoje em Dia".

Já na tarde de hoje, a repórter Patrícia Silveira foi a responsável pelas participações ao vivo durante a programação da RICTV, Rede Record e Record News.

O Grupo RBS também está de plantão em Santa Catarina. Emissoras de rádio e televisão dão apoio à Rede Globo. Os telejornais “Bom Dia Brasil” e “Jornal da Globo” já noticiaram a enchente em Blumenau. Em Itajaí, destaque para a cobertura do ClisRBS Itajaí.

Rádios da região estão de plantão. Pelo Twitter e através de sites e blogs, jornalistas, veículos de comunicação e assessorias de imprensa informam a população sobre os fatos da enchente.

O mesmo acontece na TVBE de Itajaí. O plantão da emissora começou na manhã desta quinta-feira e continua no ar por tempo indeterminado. Já são quase dois dias de transmissão ao vivo.

6 de set de 2011

Entrevista: Roberta Dietrich

Roberta Dietrich nasceu em Lages - Santa Catarina e cursou jornalismo na Universidade do Vale do Itajaí - Univali, onde se formou em 1997. Aos 38 anos de idade e com quase 20 anos de carreira, a jornalista é reconhecida por uma característica indispensável na profissão: o amor pelo que faz.

No começo da carreira, trabalhou durante nove meses na TV Vale do Itajaí, hoje RICTV Record, e logo em seguida trabalhou durante quase uma década na RBSTV. Atualmente, Roberta Dietrich é coordenadora de jornalismo da TV Litoral Panorama de Balneário Camboriú. Na emissora, ela também apresenta o programa “Panorama Geral”. Além disso, trabalha como editora e apresentadora do “Bom Dia Transamérica” e diretora geral, produtora executiva e apresentadora do programa “Bem Viver”.

DM: Quando você descobriu o jornalismo como profissão?
RD:
Sempre tive na fala e na escrita minhas maiores paixões - desde muito pequena. Além disso, sempre fui contestadora, meio adolescente rebelde e o resultado natural foi buscar o jornalismo. Meus pais sempre garantiram ensino de qualidade e liberdade para a escolha da minha profissão. Sou filha de uma professora de português e de um pequeno empresário. Foram e são minha inspiração para a batalha diária.

DM: Como foi a sua passagem pela RBSTV?
RD:
Lá, passei por quase todos os programas. Fui apresentadora e editora do “Bom Dia Santa Catarina”, fiz reportagens para todos os programas da emissora, além de participações nacionais no programa da Ana Maria Braga e do Faustão... “Bom Dia Brasil”, “Jornal Hoje” e até a Copa do Mundo pela TV Globo Internacional, entre outros... Foi um tempo ótimo, trabalhei muito, às vezes sem folga e sem finais de semana, mas aprendi demais e tive grandes colegas que mantenho contato até hoje. É uma grande empresa e uma escola incomparável!

DM: E hoje, como é ser coordenadora de jornalismo da TV Litoral Panorama?
RD:
Amo o que eu faço e vou tomar para mim uma frase do jornalista Caco Barcellos. "Jornalismo é contar histórias e na TV é contar histórias para muita gente". Na TV Panorama, a gente sabe exatamente para quem está falando. A abrangência é pequena, então sabemos que cara tem o nosso público e falamos o que ele quer e precisa saber. Fazemos um jornalismo comunitário, social e extremamente informativo. Nossa rotina é como a de qualquer outra redação. Sempre em busca da pauta, sempre correndo contra o tempo, sempre tentando fazer o melhor. E nossa equipe faria inveja a muitas emissoras!



DM: Na TV Litoral Panorama, você também apresenta o “Panorama Geral”, um dos principais programas da grade de programação da emissora...
RD:
O “Panorama Geral’ é um programa comunitário que preenche uma lacuna social: ouvir as pessoas. Nós ouvimos as pessoas! Sem assistencialismo barato e com responsabilidade. É tudo ao vivo! Então no mesmo programa alguém liga reclamando da falta de água, por exemplo, e na hora nossa produção busca a resposta com o responsável pelo atendimento. Ou a própria autoridade liga na emissora, dando a dimensão da nossa audiência. Se os serviços públicos não fossem tão ruins, talvez o “Panorama Geral” não tivesse tanto sucesso.

DM: Ainda sobre o “Panorama Geral”... Durante o carnaval deste ano, você apareceu fantasiada de bruxa no programa e disse que a caracterização era uma homenagem ao prefeito de Balneário Camboriú, Edson Renato Dias (Periquito). O que realmente aconteceu?
RD:
Repito o que já disse várias vezes no programa: “quem quer elogio deve ligar para o pai ou para a mãe.” Eleitor e jornalista precisam ter senso crítico. Então a gente crítica, abre espaço para o povo falar o que pensa - normalmente cobrando, mas às vezes, até agradecendo uma obra. Certa vez o prefeito me chamou de "bruxa" numa emissora de rádio. E para entrar na brincadeira, era carnaval, eu fui fantasiada de bruxa... Afinal, bom humor é tudo!

DM: Mudando de assunto... Você também apresenta o programa “Bem Viver”.
RD:
O “Bem Viver” é um "filho". Nasceu em 2006 durante a minha última licença maternidade! Foi uma forma de ser empreendedora não dependendo de empregador para viver. Foi uma criação minha com a ajuda de muitos amigos como Vanessa Leal, Bhig Villas Boas, Luana Pompeu, Roberta Ramos, Edson dos Santos, Carol Westerkampt, entre outros. Ele nasceu local voltado para os setores de arquitetura, construção civil, design e paisagismo que estavam e estão em alta. Era veiculado pela RICTV Record, Record News e hoje está na TVBV-BAND, chegando a mais de 200 cidades catarinenses...

DM: E a sua relação com a política?
RD:
Nunca fui partidária, mas sempre gostei dessa editoria. A gente precisa saber mais e participar mais da política. Como diria Lula: "quem não gosta de política acaba sendo governado por quem gosta". Eu trabalhei em três campanhas eleitorais, sempre como profissional técnica - redatora, roteirista, repórter e sempre foi apaixonante. O processo é muito estimulante e é outra escola para a atividade do pensar e planejar a comunicação. Recomendo como escola, como aprendizagem!

DM: Durante a carreira, qual foi a sua maior gafe no telejornalismo?
RD:
Olha, sempre tentei me preparar para as entrevistas. Isso diminui sempre o risco de mico. Mas uma vez, um especialista foi falar de espécies raras no “Bom Dia Santa Catarina” na RBSTV e ele falou de uma espécie ameaçada. Eu achei que era um pássaro, mas era um tipo de roedor e ele me corrigiu na hora. Bola fora! (risos).

DM: Depois de quase duas décadas de carreira na televisão, você descobriu o rádio. Como está sendo esta descoberta diária?
RD:
Tem sido apaixonante. O “Bom Dia Transamérica” vai ao ar todas as manhãs e é essencialmente jornalístico. Temos ótimos temperos com comentários, muita interatividade com o ouvinte que nos manda mensagens sobre o que está acontecendo no amanhecer da região e muito bom humor. Nas notícias de esporte, por exemplo, eu demonstro claramente minha torcida pelo Corinthians e tem domingo que o ouvinte já começa a tirar sarro de mim no fim da tarde se o timão perde (risos). É divertida e forte essa troca!

DM: E para o futuro, o que você espera da profissão?
RD:
Espero que a comunicação local seja cada vez mais fortalecida. Afinal, interessa mais ao ser humano saber o que acontece na sua rua do que no Japão. Embora tudo influencie - mais ou menos- a nossa rotina. Espero que a tecnologia não suprima a responsabilidade na apuração e a divulgação da informação.

DM: E para terminar esta entrevista, qual é o recado que você deixa para os leitores deste blog sobre o jornalismo.
RD:
Desejo de coração encontrar uma nova geração de jornalistas menos "bunda mole", mais apaixonada e mais ética do que a que está aí na sua maioria. Claro que com honrosas e deliciosas exceções, graças a Deus! Se você está fazendo jornalismo em busca de reconhecimento, fama ou elogio mude já de profissão. Mas se você tem aquela paixão por contar histórias, quer mudar o mundo - nem que seja um pouquinho, pretende agir com seriedade e não "vender" ou "alugar" sua opinião, seja muito, muito, muito bem vindo. A casa é sua!

5 de set de 2011


Notícias


Amanhã, você acompanha aqui no blog uma entrevista exclusiva com a jornalista Roberta Dietrich (foto). Aos 38 anos de idade e com quase 20 anos de carreira, ela falou sobre os desafios do jornalismo e o futuro. Não perca!

Maurício Lima, conhecido como o “Maurício do Vôlei” é o mais novo contratado da Rede Record. O acordo com a emissora segue até dezembro de 2012. Ele vai participar da cobertura dos próximo eventos esportivos. Além disso, ele também vai ganhar um blog no portal R7.

Na última quarta-feira, a direção da RedeTV! confirmou a saída de Fernando Vannuci da emissora. O problema é que o jornalista esportivo disse que não foi avisado sobre o desligamento e que continua trabalhando normalmente.

E por último, um recado para os profissionais de televisão! Em Blumenau, a sucursal da TVBV – Band está com uma vaga para repórter.